Bem-vindo ao IBGE Teen, a página do IBGE voltada para o público jovem! Aqui você encontra informações estatísticas e geográficas sobre o país e a população, numa linguagem simples e direta.

Distribuição da população

Crescimento da proporção da população que se declara preta ou parda

No Brasil da primeira década do Século XXI, destaca-se uma mudança na distribuição da população, segmentada por cor ou raça, o que confirma uma tendência já detectada.

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD mostram um crescimento da proporção da população que se declara preta ou parda nos últimos dez anos: respectivamente, 5,4% e 40,0% em 1999; e 6,9% e 44,2% em 2009. Provavelmente, um dos fatores para esse crescimento é uma recuperação da identidade racial, já comentada por diversos estudiosos do tema. (IBGE. Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira: 2010, p. 226)

Distribuição percentual da população, por cor ou raça - Brasil - 1999/2009

Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 1999/2009.
(1) Exclusive a população rural de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá.

Distribuição percentual da população, por cor ou raça, segundo as grandes regiões - Brasil - 2009

Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2009.

População de 25 anos ou mais de idade com ensino superior concluído

Crescimento notório na proporção de pretos e de pardos graduados

Em relação à população de 25 anos ou mais de idade com ensino superior concluído, a PNAD 2009 mostra que há um crescimento notório na proporção de pretos e de pardos graduados, com a ressalva de que o ponto de partida na comparação é 1999, com 2,3% tanto para pretos quanto para pardos.

Isso posto, observa-se que a quantidade de pessoas que têm curso superior completo é hoje cerca de 1/3 em relação a brancos, ou seja: 4,7% de pretos e 5,3% de pardos contra 15,0% de brancos têm curso superior concluído nessa faixa etária. (IBGE. Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira: 2010, p. 228)

Proporção das pessoas de 25 anos ou mais de idade com ensino superior concluído, segundo a cor ou raça - Brasil – 1999/2009

Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 1999/2009.
Nota: Exclusive as pessoas que frequentam escola.
(1) Exclusive a população rural de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá.

Rendimento familiar per capita das pessoas de 10 anos ou mais de idade, com rendimento, entre os 10% mais pobres e o 1% mais rico

Melhora da desigualdade no extremo mais rico

Quando se observa a distribuição do rendimento relacionado às famílias 10% mais pobres e 1% mais ricas, houve melhora da desigualdade no extremo mais rico. Eram 1,1% de pretos e 8,0% de pardos em 1999. Em 2009, pretos e pardos representam, respectivamente, 1,8% e 14,2%.

Trata-se de uma cifra ainda bastante distante da representatividade na população; como dito anteriormente, pretos e pardos são 6,9% e 44,2% das pessoas em 2009, o que corresponde a uma maioria de 51,1%. (IBGE. Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira: 2010, p. 229)

Distribuição do rendimento familiar per capita das pessoas de 10 anos ou mais de idade, com rendimento, entre os 10% mais pobres e o 1% mais rico, em relação ao total de pessoas, segundo a cor ou raça - Brasil - 1999/2009

Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 1999/2009.
(1) Exclusive a população rural de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá.

Países da América Latina e Caribe

Constata-se, na região, que tanto as populações indígenas quanto as afrodescendentes estão sistematicamente mais vulneráveis. O Gráfico ilustra como altas porcentagens destas populações vivem com menos de um dólar por dia em 15 países da América Latina e Caribe (BUSSO; CICOWIEZ; GASPARINI, 2005 apud INFORME..., 2010, p. 36). (IBGE. Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira: 2010, p. 225)

Proporção da população eurodescendente e indígena ou afrodescendente vivendo com menos de um dólar por dia, segundo alguns países da América Latina e Caribe - 2000

Fonte: Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo, 2010. Disponível em: http://www.idhalcactuarsobreelfuturo. org/site/informe.php. Acesso em: ago. 2010.


© 2014 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística